terça-feira, 19 de maio de 2009

Little life (vidinha)

O boss decidiu que quer um hotel gerido à séria, então lá fingimos a sério. Entre fatos à bancária (que estragaram a minha conta bancária), ter de trabalhar 10h com saltos de 8cm, preparar documentos da treta, ter de treinar pessoal novo e ainda aturar pitas (a média de idades da equipa é 20 aninhos) sinto a vida a escorrer pelos dedos.
E depois temos as reuniões, ou como elas deveriam ser chamadas: "lugares onde nada acontece e nada é feito (tradução livre tirada de um livro que ando a ler).

4 murmúrios:

Coisinhas Caseiras 20 de maio de 2009 às 11:15  

Chego à conclusão que como não ganhamos o euromilhões e não temos pais ricos, temos de trabalhar no mínimo 10 h por dia 6 ou 7 dias por semana, não temos dinheiro para comprar nada e mesmo que o tivéssemos não teríamos tempo para o gastar, a vida é fod...

Thats What She Said 20 de maio de 2009 às 22:32  

Engraçado, esse tipo de reuniões também são feitas na minha empresa. Mal geral!

skunk 21 de maio de 2009 às 09:31  

1. Peçam um x por mês para fatos, make up, etc. Ex: A empresa contribui com mais 20$ por mês para gastos na imagem da empresa (é tudo deduzível nos impostos claro ou nada feito).

2. Se as reuniões são um tédio todos os que lá estão são responsáveis, which means you too lady. Ex: Não parecer uma bezerra ao sol a enxotar moscas é fundamental, até bocejar é mais educado pois revela esforço para acompanhar a situação. Prepara dois ou três tópicos, sempre de forma simples e clara. Ao expô-los, de preferência, de forma humilde mas não humilhante. Lembra-te You Work in That Place!

3. Uma passadeira vermelha está para uma modelo como uma reunião para um admin. Cabe a cada um de vós impedir o máximo de strokes ao e-peen possíveis com toda a subtileza e aí acontece uma das duas: deixa de haver reuniões ou elas começam efectivamente a ser para trabalhar. Leva uma agenda onde escrever objectivos por tópicos e vais pondo um V nos tópicos avançados ou um X. Encoraja o registo de actas de reunião e afixem-nas numa vitrine se a politica da empresa o permitir.

Done and good luck. Accio!

PaLaH 26 de maio de 2009 às 09:20  

Merícia: Vamos todos para o desemprego pedir o rendimento mínimo... :o)

That's What She Said: They're everywhere!

Skunk: Adorei a referência Harry Potteriana! :op
Os conselhos também são bons!