quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Yo no creo en las brujas pero que las hay, las hay

Diz a superstição que a maneira como passamos do ano velho para o ano novo influencia este último.
Ora, a minha pessoa depois de dizer "rapi nu ir", beber champanhe (que detesto), ter dado muitos beijinhos e de receber e mandar sms estive a comemorar o ano novo com verdadeiros emigrantes a curtir música pimba e a fazer o comboio (eu não quis entrar na carruagem).
Chega a pessoa ao trabalho (depois de dormir 2h) e fica a saber que um jumento de hóspede, além de bater na namorada, decidiu quebrar o alarme de incêndio acordando o hotel inteiro, e ainda como little treat destruiu o quarto.
Se isto não é premonição então não sei o que é.

4 murmúrios:

Taberneiro 1 de janeiro de 2009 às 16:53  

eheheh... começa bem! bom ano pra ti***

Bruno Fehr 1 de janeiro de 2009 às 20:12  

Pensa pelo lado positivo, o ano começou pior para a namorada do gajo :)

Uma coisa é certa, voltaste cheia de energias, pois estes teus posts estão enormes, comparados aos que escrevias antes das férias...

PaLaH 2 de janeiro de 2009 às 21:23  

Taberneiro: para ti também! Manda um copinho aqui para este lado.

Bruno: (É tão estranho! Tu és o Crest!) O tamanho não interessa! Mas o meu sonho é escrever posts como os teus... Bem, mais ou menos, tirando aquele post sobre a Odisseia, não gosto desse livro! Vou ainda mais longe! Não acabei o meu curso universitário por causa dele...
Ou então fui eu que não quis acabá-lo e uso o Homero como desculpa...
Pois, é mais isso :op

Bruno Fehr 2 de janeiro de 2009 às 23:24  

"Bruno: (É tão estranho! Tu és o Crest!)"

Sim, acabaram-se os nicks, fica este semi-heterónimo.

"Mas o meu sonho é escrever posts como os teus..."

Só existe uma maneira é ir escrevendo e ver o que sai :)

"Bem, mais ou menos, tirando aquele post sobre a Odisseia, não gosto desse livro! Vou ainda mais longe! Não acabei o meu curso universitário por causa dele..."

Para ser honesto, odiei a Odisseia, bem como todos os livros que fui obrigado o ler no secundário e faculdade, sermos obrigados a ler dificulta a compreensão do livro o prazer da leitura, percebi realmente a Odisseia quando o li voluntariamente. Só há um livro que odeio e nunca lhe dei uma segunda oportunidade que é a Aparição de Virgílio Ferreira, esse livro e esse autor comigo não tem hipótese, nem que seja o ultimo livro ao cimo da terra :)

Mas é como te digo, escreve. Eu tenho o meu blogue para aprender a escrever, ninguém nos conhece, logo não há vergonhas em escrever merda :)