quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Cinema, Cinema, Cinema

Eu costumava ser uma daquelas pessoas que quando escolhia ver um determinado filme no cinema só conhecia o trailer ou no máximo um resumo da história...

Ainda me lembro de ter ido ver o Crash só porque estava nomeado para um óscar, nem tinha visto o trailer. Fiquei apaixonada e continua a ser um dos filmes da minha vida.

Agora com isto dos blogs todos são críticos (e alguns são spoilers) e crio imensas expectativas que nunca são correspondidas.
Fui ver Slumdog Millionaire.
A frase "The feel good film of the decade" que está em todos os posters e outdoors do filme (aqui no U.K.), não seria a minha primeira escolha.
Feel good film foi por exemplo, Mamma Mia, tudo muito sugar-coated.
Com Slumdog Millionaire e pela primeira vez em muito tempo, não consegui sair da sala nem cadeira logo a seguir ao filme ter acabado e não me estava a sentir assim tão bem...
Update: Para não ser mal entendida. O filme não é mau, de todo! Mas estava à espera de uma coisa light devido ao outdoor, e apesar de ter os seus momentos de comédia, tem partes muito duras e especialmente violentas, se calhar porque a realidade nas slums é dura e violenta.
Vale a pena ver, houve momentos em que me senti mesmo no meio da história, completamente esquecida que estava numa sala de cinema.
A OST é fantástica.

7 murmúrios:

cipereira 28 de janeiro de 2009 às 00:57  

Credo! É assim tão mau?!

PaLaH 28 de janeiro de 2009 às 01:20  

Não Claúdia, não é... De todo...
Já fiz um update ao post. :op

cipereira 28 de janeiro de 2009 às 11:50  

Ah! Agora sim!

O diabo está nos detalhes 5 de fevereiro de 2009 às 02:58  

qual crash? o do cronenberg ou o outro, o dos óscares?

Rui 5 de fevereiro de 2009 às 19:52  

Acabei mesmo, mesmo, meeeesmo agora de vê-lo. Uau! Ri, chorei, senti raiva, tristeza... sei lá mais o quê. Não estava à espera. Adorei!

(E falta-me 150kb para a OST)
:)

Restelo 6 de fevereiro de 2009 às 21:48  

Pois já vi essa tagline e pelo que ouvi do filme, é realmente tudo menos isso. Tal como tu dizes, tem cenas bastante pesadas e houve quem o comparasse ao "Cidade de Deus".

PaLaH 7 de fevereiro de 2009 às 02:21  

O diabo está nos detalhes: Lol, o dos óscares mas o do Cronemberg também marcou-me mas de uma maneira completamente diferente...

Rui: O meu gosto é tão duvidoso!

Restelo: Pois é... Não é nenhum filme feel good, mas tens de ver! :op