quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Bom madeirense

Bom sotaque madeirense entre parêntesis:
A pessoa (p'ssaua) põe-se a ler o blog duma cubana na Madeira e fica ainda (inda) mais (maj) consciente do quão horroroso (horroroze) ele é.
E não (na) estou (tou) a falar das expressões e termos (termej) usados na ilha. Estou (tou) a falar da pronúncia (prenúncia).
Então (atão) como exemplo temos (temej) a palavra milho (milhe) e a palavra mil (milh). Duas palavras que em bom português não têm nenhum som igual em madeirense ficam iguais. E porquê?
Porque todas as palavras acabadas em -o, em madeirense acabam em -e;
e um -i antes dum -l, faz com que o -l passe a -lh. Exemplo: pila e pilha dizem-se exactamente da mesma maneira.
E na Madeira em cada vila ou aldeia há sotaques diferentes, por exemplo onde eu morava as pessoas não dizem carro mas sim cuarre. A minha avó não diz todos os dias mas sim todzidias, como se fosse uma palavra. Mas se eu fosse a falar de todas as palavras que a minha avó costuma dizer não saíamos daqui.
Sei que estou a generalizar, porque nem todas os madeirenses têm sotaque e alguns sotaques são "suaves", mas madeirenses que me lêem, se acham que eu disse alguma barbaridade, façam favor de comentar. :op

3 murmúrios:

Inês 6 de agosto de 2008 às 02:14  

Eu não sou madeirense mas vou comentar na mesma que a mim ninguém me cala :P
É que não é só mudarem as palavras mas a entoação que lhes dão, parece que falam a cantar! Então o :"Ó Rapareiga!". (Atenção que eu li este post todo com sotaque!)
Sempre que tenho de ligar para um fornecedor qualquer e ele me atende a cantar com aquela frase: "Bom Dia Engenheira" aquilo faz-me estremecer! (e agora estou a imaginar-te a repetir a frase)
Se tivesse cá de férias até achava engraçado mas de vez em quando só me apetecia mesmo era ouvir o sotaque do Porto!

PaLaH 6 de agosto de 2008 às 03:00  

Bem, sotaque do porto ao vivo é complicado, mas sempre podes ver vídeos do Fernando Rocha no YouTube :op

Rui 9 de agosto de 2008 às 16:07  

Situação real entre moi e um amigo da Madeira:

- Onde está o mail?
- Qual mail?
- O mail!
- Mas qual mail?
- O mail!
- Já estás bêbado ou quê?
- O mail para a poncha!
- Ahhh o mel!
- Mas eu estou a f'lar xnés?!