sábado, 19 de julho de 2008

O verdadeiro amor

A pessoa sai do banho, embrulhada num roupão turco (que não abona nada à pessoa, porque a pessoa fica ainda com menos formas do já tem), e com uma toalha enrolada na cabeça como um turbante. Ou seja, lavadinha, cheirosa mas nada sexy. E a minha avó olha para mim naqueles preparos e diz-me: Tu és um cravo! Meaning que eu sou bonita!
Amigos, aquilo é amor!
E o amor é cego!

3 murmúrios:

eremita 19 de julho de 2008 às 14:51  

Eu nunca percebi para que serve a toalha enrolada na cabeça. Nem como é que aquilo se segura..

Maria porto 20 de julho de 2008 às 02:50  

Como é que consegues meter-te num roupão com este calor??
Jazuze!

Polêmica 22 de julho de 2008 às 04:46  

esse amor da tua vó, isso sim é amor incondicional rs!
beijos!