quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Dobragens (não estou a falar de Origami)

Acho que é óbvio que vejo demasiada televisão... Talvez mais óbvio ainda que vejo o Discovery Channel... Se calhar mais notório seja o meu ódio pelas dobragens, penso que já as referi nuns quantos posts.
Mas hoje vou dedicar um post inteirinho às dobragens! (Vá lá que os meus posts são pequeninos, como a autora.) Às dobragens do Discovery Channel, ora pois... Porque é que todos, todos os programas são dobrados? Será que eles ainda não perceberam que as pessoas que vêm Discovery Channel tem forçosamente de saber e perceber inglês? Sim, porque as as dobragens são boas para que não sabe ler português, ou seja, os telespectadores das Manhãs da Alegria, Você na Sic e Praça da Tvi... Isto sem falar nos programas da tarde nem nas novelas da noite... Ou seja, refiro-me aos iletrados!
A minha aversão começa nas vozes sem expressão (existe um tipo que faz o mesmo tom seja no êxtase dum filme porno, mesmo que aqui não se veja essaz coisazz do demo, ou na alegria que um apanhado do Overhaulin' mostra quando recebe um carro novinho em folha), na naturalidade só comparável a uma boneca de borracha (devo dizer falta dela), mas especialmente porque perdem-se todas aquelas piadas que são impossíveis de traduzir...
E aquelas vozes femininas, são as mais irritantes de todas.. Imaginem viver com uma senhora que fizesse as dobragens do DC? Não apeteceria ver mais televisão... Olha uma bela maneira de ultrapassar o vício...